Sexo: o que queremos e o que não queremos saber

Graça e Paz do Senhor Jesus Cristo a você que lê este post agora! Hoje vamos falar de um dos temas mais pensados, comentados, fantasiados, mais cheio de tabus e mentiras de todos: sexo!

Antes de começarmos, uma perguntinha: o que te trouxe pra cá? Responda anonimamente nos comentários caso queira, blz? 🙂 E você deve estar se perguntando também: “e você, jovem? Por que resolveu escrever sobre isso?” Eu te digo: porque quanto mais eu estudo a Bíblia e reparo no comportamento da igreja moderna, mais se faz claro pra mim a necessidade de abordar esse tema.

Ainda há muito preconceito, engano e muita libertinagem quando o assunto é sexo, principalmente no meio da juventude cristã. A culpa disso? Bom, em última análise, da depravação moral de nós, humanos pecadores. Mas também por causa de pastores e líderes omissos, pessoas mundanas infiltradas no meio da igreja, falta de informação, de leitura bíblica, de oração, de comunhão com Deus e por aí vai!

Mas chega de enrolação. Vamos ao que interessa:

Sexo não é só penetração!

Sexo_começo
Sexo começa muito antes de uma penetração.

Já cansei de ouvir e ler comentários de meninas que se diziam virgens por não terem tido penetração, perguntando se estavam grávidas por terem feito isso ou aquilo (Yahoo! Respostas –‘) e dando uma valorizada em suas “virgindades” só pelo fato de seus himens ainda estarem lá. “Sério, Yoshida?” Pior que sim! Pra vocês verem o tamanho da ignorância das pessoas sobre o assunto.

A pessoa que já fez de tudo, já sarrou (não se escandalize, é preciso falar!), e só não chegou ao sexo vaginal não ganha nada falando que é “virgem”. Quando pregamos sobre virgindade à luz do Cristianismo, estamos falando de pureza sexual. O que são os atos externos para um Deus que sonda os corações (Sl 7:9; 139:1,23; Ap 2:23)?

Presta atenção, pessoal: carícias, passar a mão pra cima e pra baixo, beijar aqui e acolá e etc (melhor não detalhar!) já compreende sexo! Não é nem preciso que se chegue ao clímax. Penetração é só um detalhe. Vejamos algumas passagens bíblicas:

Ora, tendo Isaque permanecido ali por muito tempo, Abimeleque, rei dos filisteus, olhando da janela, viu que Isaque acariciava a Rebeca, sua mulher. Então, Abimeleque chamou a Isaque e lhe disse: É evidente que ela é tua esposa; como, pois, disseste: É minha irmã? Respondeu-lhe Isaque: Porque eu dizia: para que eu não morra por causa dela. (Gênesis 26:8-9)

Repare que a maneira com a qual Isaque acariciava (“brincava”, em algumas traduções) Rebeca deixou claro para Abimeleque qual era o grau de intimidade dos dois. Carícias é diferente de carinho, porque é expressão de sexualidade (amor eros).

Leia o capítulo 5 do livro de provérbios. Ele é uma advertência contra a lascívia e a fornicação e um ensino de como aproveitar o leito conjugal. No versículo 19, Salomão vai falar das carícias outra vez, já dentro do contexto do matrimônio, indicando ato sexual. Repare:

Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade, corça de amores e gazela graciosa. Saciem-te os seus seios em todo o tempo; e embriaga-te sempre com as suas carícias. (Provérbios 5:18-19)

O que os seus beijos prolongados tem despertado no teu corpo? Em que lugar do corpo dele/dela as suas mãos e boca ficam passeando? Fica esperto(a)!

Masturbação é pecado!

No_fap
Segura essa sua mão!

E não adianta, jovem! A galera vive perguntando isso para pastores, teólogos, líderes e tals só porque querem ouvir, pelo menos de um deles, a resposta que agrade a carne.

Mas sinto desapontar os “fapadores” de plantão: a bíblia condena!

Masturbação é a prática de se obter prazer sexual tocando em zonas erógenas do corpo. Muitos liberais são a favor da prática, defendendo-a como uma maneira da pessoa não fornicar por aí, para aliviar a tensão sexual, para conhecer o corpo, e por aí vai. Porém o cristão deve viver aplicando os princípios das Escrituras em sua vida.

Quando Jesus falou sobre o adultério no sermão do monte, ele revelou a profundidade da lei moral de Deus, mostrando que o pecado de lascívia (desejos libidinosos) nasce muito antes de um ato sexual:

Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério. Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. (Mateus 5:27-28)

Somente o ato voluntário de desejar e fantasiar sexo com alguém já é considerado adultério, ferindo o 7º mandamento (Ex 20:14), além de ser características dos condenados ao juízo de Deus (Hb 13:4;  I Co 6:9). E esse é um dos maiores problemas da masturbação. A pessoa, em busca de satisfazer um desejo, um impulso – legítimo, inclusive! – cai justamente em adultério! Ou será que alguém consegue praticar isso pensando numa folha folha de alface?

Além disso, é uma pratica que não convém, a despeito do que dizem muitas pessoas:

  • Primeiro, é um ato egoísta. Sexo foi feito para ser usufruído a dois (e APENAS a dois!) por Deus (Gn 2:24, I Co 7:2);
  • Segundo, transforma a pessoa numa escrava da carne. O corpo se acostuma a sempre ser satisfeito quando de um impulso sexual, ficando cada vez mais dependente da masturbação. Daí a pessoa não consegue mais dizer não à carne, e não somente na área sexual, mas em todas. E isso, emocionalmente, é muito tenso. O “fapador” fica mimado, sempre querendo que as pessoas atendam seus desejos. Por consequência, são maiores as decepções que esse tipo de pessoa leva na vida em relação às que não tem problemas com esse vício;
  • Terceiro, você conhecerá bem o seu corpo, mas seu parceiro(a) não! E quanto tempo levará para que haja perfeita harmonia no leito conjugal? Vale a pena pagar o preço?
  • Quarto, faz a pessoa viver na mentira. Ela sempre tentará esconder sua prática e até se tornará uma expert nisso! Poxa, além de ser contra o 9º mandamento (Ex 20:16) a mentira tem como pai o diabo (Jo 8:44);
  • Quinto, muitos viciados reportam que possuem problemas como canseira, sonolência, ejaculação precoce, baixa auto-estima, falta de habilidades sociais, compulsão sexual, etc (Conheça o projeto Nofap)

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma. (I Coríntios 6:12)

Você, cristão, ainda vai insistir?

Sexo somente para os casados!

Você que é casado: viva sempre sua lua de mel!
Você que é casado: viva sempre sua lua de mel!

Qualquer sexo fora da legalidade do matrimônio compreende prostituição e afronta a santidade do Senhor:

Vocês não sabem que os seus corpos são membros de Cristo? Tomarei eu os membros de Cristo e os unirei a uma prostituta? De modo nenhum! Vocês não sabem que aquele que se une a uma prostituta é um corpo com ela? Pois, como está escrito: “Os dois serão uma só carne”. Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com ele. Fujam da imoralidade sexual. Todos os outros pecados que alguém comete, fora do corpo os comete; mas quem peca sexualmente, peca contra o seu próprio corpo. Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês. (I Coríntios 6:15-20 NVI)

Deus instituiu o casamento para a nossa felicidade, segurança e, principalmente, para glorificarmos a Ele numa vida a dois. E o sexo só é permitido dentro da legalidade do matrimônio! Tanto é verdade que o apóstolo Paulo recomenda aos solteiros a se casarem para que não fiquem ardendo em desejos sexuais, pois ele sabia que seria pecado satisfazer tais desejos na fornicação (sexo fora do casamento) e/ou na masturbação:

Digo, porém, aos solteiros e às viúvas: é bom que permaneçam como eu. Mas, se não conseguem controlar-se, devem casar-se, pois é melhor casar-se do que ficar ardendo de desejo. (I Coríntios 7:8-9)

Ainda há na Bíblia vários versículos que declaram o sexo antes do casamento como sendo um pecado (At 15:20; I Co 5:1; 6:13, 18; 10:8, II Co 12:21, Gl 5:19, Ef 5:3; Cl 3:5, I  Ts 4:3; Jd 7). Então, amados, não tem jeito. Tem que esperar!

Daí a importância de não se prolongar o namoros. Não se pode despertar o amor até que ele esteja pronto (Ct 8:4)! Por isso véi, meu conselho pra você: estude, trabalhe, junte a grana necessária pra casar e case-se! Mas antes disso tudo, escolha bem com quem você vai passar o resto da sua vida. Deus odeia o divórcio (Ml 2:16; I Co 7:11-13)!

Entre 4 paredes NÃO pode de tudo!

Entre 4 paredes tudo é permitido?
Entre 4 paredes tudo é permitido?

É um engano terrível acreditar que na intimidade do casal ninguém mete o bedelho, nem Deus. Existem princípios bíblicos para o relacionamento sexual que devem ser obedecidos.

Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros. (Hebreus 13:4)

O celibato não é mais santo que o casamento, o qual Deus tem por alta conta! Qualquer atividade fora do casamento, como vimos, é pecado. Dentro do casamento, porém, o sexo é puro. Mas não pode ser feito de qualquer jeito!

Pra começar, sexo anal é proibido por Deus! Compreende o pecado de sodomia, que era praticado pelos habitantes das cidades de Sodoma e Gomorra (Gn 13:13; 19:4-5,9), por serem muitos deles orientados homosexualmente:

De modo semelhante a estes, Sodoma e Gomorra e as cidades em redor se entregaram à imoralidade e a relações sexuais antinaturais. Estando sob o castigo do fogo eterno, elas servem de exemplo. (Judas 1:7)

E o que dizer de sadomasoquismo, fantasias, brinquedos e etc? Pergunte-se a sim mesmo se isso glorifica a Deus. Pense que tipo de testemunho (Mt 18:6; Rm 14:20, I Co 8:9, 10:32) você dará ao ser pego numa sex-shop. Com quem você está fazendo sexo, com seu cônjuge ou com aquele personagem da TV?

Mas calma, nem tudo é só chibatada. Aprenda a explorar o sexo com a pessoa amada em seu casamento. Olhe como a pureza do afeto e do romance conjugal é exaltado no livro de Cantares (ou Cântico dos Cânticos):

Esposa

Beija-me com os beijos de tua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho. (Cantares 1:2)

O meu amado é para mim um saquitel de mirra, posto entre os meus seios. (Cantares 1:13)

Como uma macieira entre as árvores da floresta é o meu amado entre os jovens. Tenho prazer em sentar-me à sua sombra; o seu fruto é doce ao meu paladar. Ele me levou ao salão de banquetes, e o seu estandarte sobre mim é o amor. Por favor, sustentem-me com passas, revigorem-me com maçãs, pois estou doente de amor. O seu braço esquerdo esteja debaixo da minha cabeça, e o seu braço direito me abrace. (Cantares 2:3-6)

Levanta-te, vento norte, e vem tu, vento sul; assopra no meu jardim, para que se derramem os seus aromas. Ah! Venha o meu amado para o seu jardim e coma os seus frutos excelentes! (Cantares 4:16)

Esposo

Formosas são as tuas faces entre os teus enfeites, o teu pescoço, com os colares. (Cantares 1:10)

Como você é linda, minha querida! Ah, como é linda! Seus olhos, por trás do véu, são pombas. Seu cabelo é como um rebanho de cabras que vem descendo do monte Gileade. Seus dentes são como um rebanho de ovelhas recém-tosquiadas que vão subindo do lavadouro. Cada uma tem o seu par; não há nenhuma sem crias. Seus lábios são como um fio vermelho; sua boca é belíssima. Suas faces, por trás do véu, são como as metades de uma romã. Seu pescoço é como a torre de Davi, construída como arsenal. Nela estão pendurados mil escudos, todos eles escudos de heróicos guerreiros. Seus dois seios são como filhotes de cervo, como filhotes gêmeos de uma gazela que repousam entre os lírios. (Cantares 4:1-5)

E por aí vai… leia o livro e você verá que ambos, Salomão e a Sulamita, conheciam muito bem o corpo um do outro e se amavam no leito de diversas maneiras, se beijavam em diversos lugares, se acariciavam, exploravam a sensualidade um do outro, etc. Sexo não egoísta, dentro da santidade do matrimônio, é bem vindo.

Ficar sem fazer sexo é errado (no casamento)!

Ele quer, ela não quer... e agora?
Ele quer, ela não quer… e agora?

Assim como é errado pensar que o sexo foi criado somente para procriação. O Sexo é uma bênção para o casal. Um verdadeiro presente de Deus! Quer ver? Olha o que declara a bíblia:

Não se recusem um ao outro, exceto por mútuo consentimento e durante certo tempo, para se dedicarem à oração. Depois, unam-se de novo, para que Satanás não os tente por não terem domínio próprio. (I Coríntios 7:5)

É essencial que o casal tenha vida sexual ativa, pois isso aumentará a intimidade do casal, a satisfação plena e mútua, evitará que ambos sejam tentados por causa da falta de sexo (seja no adultério ou na masturbação), irá melhorar a saúde física e mental, etc.

O homem não é dono do  próprio corpo e nem a mulher, no casamento, pois ambos são uma só carne (Mc 10:8, I Co 7:3-4). Um vive para amar e satisfazer o outro.

Se o sexo não está sendo praticado, tem alguma coisa errada. O casal tem que procurar ajuda! Não se pode relevar a ter uma vida sexual inexistente. Orem, conversem com o seu pastor, tratem os traumas, procurem médicos, descubram a raiz do problema. Porque esse paradoxo ninguém merece: “quem pode desfrutar do sexo não o faz, e que não pode o faz”!

Pornografia para estimular o casal? De jeito nenhum!

Diga não à pornografia!
Diga não à pornografia!

Quando eu ouvi, há muitos anos atrás, o pr. Silas Malafaia comentar num culto que ele atendia casais com esse problema eu não quis acreditar. Achei improvável as pessoas se submeterem a isso.

Mas hoje, depois de entender que a perversidade da mente humana não tem limites (só mesmo a Graça!) e depois de ter assistido a inúmeras pregações e lido centenas de comentários de pessoas que passaram ou passam por isso, me convenci: a pornografia tem estado tão presente no meio dos casados como é nos meio dos solteiros.

Não porei coisa injusta diante dos meus olhos; aborreço o proceder dos que se desviam; nada disto se me pegará. (Salmos 101:3)

Abstende-vos de toda forma de mal. (I Tessalonicenses 5:23)

É pecado. Desperta a lascívia, a luxúria, o adultério, a imoralidade sexual de todas as formas! Além de fazer com que o marido compare o corpo das atrizes pornôs com o de sua mulher, e vice-versa. Só serve para criar um leito amaldiçoado, sem a bênção de Deus, doente, escravo, e palco de satanás!

Não permita isso dentro de sua casa. Não permita jamais! Se já começou, se arrependa! Jogue fora todo o material pornográfico! Se livre desse lixo!

Que mais direi?

Nossa sexualidade será sempre bem vivida quando respeitamos os princípios de Deus para ela. Tenhamos em mente que somos feitos para a glória de Deus (Ef 1:11-12) e que nossas atitudes tem consequências, em vida e eternas. Medite:

E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. (Lucas 10:27)

A você que é casado(a), ame seu cônjuge e ame a Deus! Respeite a pessoa que Ele te deu e viva o matrimônio sem mácula, com toda a pureza e beleza do amor conjugal.

E a você que é solteiro(a) como eu, saiba que a qualidade da nossa espera está intimamente ligada à qualidade da nossa intimidade com Deus. Busque o Eterno mais e mais. Ore, jejue, leia a Palavra de Deus, cante hinos espirituais que louvem a Cristo Jesus! Fuja das paixões da mocidade (II Tm 2:22). Trabalhe para poder se casar! Quando chegar a hora, você dirá: valeu a pena esperar!

Anúncios

4 opiniões sobre “Sexo: o que queremos e o que não queremos saber”

  1. Boa fi, li aqui pra mim e meu bem!
    Lembrei das pregações dos prs, Silas Malafaia, Lucinho, Ronaldo…
    E no final, que vc fala ” valeu a pena esperar”, lembrei daquela música “valeu a pena esperar, valeu a pena esperar no Senhor, valeu a pena esperar nesse amor, amor que não falha…” com a voz de pp….kkkkkkkkkkkkkk

  2. Perfeito. É a palavra de Deus que alcança Todas as áreas do ser humano e da sociedade inclusive essa.. a sexual
    Primeiro respondendo à pergunta: o que me trouxe aqui.. a certeza de um comungar de mais revelações sobre esse assunto… visto ser relevante no nosso meio e cada vez mais necessário tanto na minha caminhada pessoal como pra enriquecer tambem com conhecimento. Deus eh maravilhoso nos ensina através da biblia que o caminho da santidade eh mais prazeroso do que o ardor do pecado.. mesmo assim ainda encontramos armadilhas e tentativas do inimigo em querer normalizar e generalizar essa área.. mas onde tem luz às trevas não acham largar.. Deus te abençoe e através desse post a muita outros..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s