A excepcionalidade de Cristo

Não há salvação em nenhum outro [Jesus], pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos. (Atos 4:12 – grifo meu)

Essa é uma das mais fantásticas e ousadas afirmações registradas nas Escrituras. Nela, o apóstolo Pedro faz menção a Jesus como o único meio de salvação para todos os homens.

Tal ousadia pode soar como arrogância para muitas pessoas, que não suportam ouvir o Cristianismo arrogar para si o título de única e verdadeira religião, ignorando o fato de que todas as demais religiões fazem o mesmo, em maior ou menor grau, de forma mais clara ou mais “escondida”.

Mas não quero falar dessa antipatia anti cristã, tão comum nos dias de hoje, neste post. Estou aqui para falar desse ser tão excepcional, Jesus Cristo, e mostrar o porquê de ser Ele único, singular, em relação a qualquer líder que já pisou na face desse planeta e que jamais pisará. Quero mostrar que Ele é o que nenhum outro poderia ser, nem nunca sonhou em ser.

1) Filho de Deus

Jesus foi o único fundador de religião que declarou-se como Filho de Deus, e ainda por cima num tempo onde tal afirmação seria suficiente para condená-lo por blasfêmia, pois isso o faria ser exatamente como Deus é. De fato, Cristo usou diversas vezes (Jo 6:35, 41, 48, 51; 8:12; 10:7, 9, 11, 14; 11:25; 14:6; 15:1, 5) o nome de Deus (EU SOU) em relação a si mesmo, como na passagem abaixo:

Respondeu Jesus: “Eu lhes afirmo que antes de Abraão nascer, Eu Sou!” (João 8:58)

afirmando assim ser Ele inclusive o próprio Deus.

João Batista também declarou:

Eu vi e testifico que este é o Filho de Deus. (João 1:34)

manjedoura2) Humildade extrema

Humildade não é ter falsa modéstia, tampouco bancar o coitadinho, ou ser pobre. Humildade é abdicar-se de um título ou posição a que se tem direito, é não deixar o orgulho nascer.

Ao contrário dos deuses pagãos, envolvidos em pompa e orgulho, temos um Jesus nascendo numa família pobre, numa estrebaria, em meio a animais e sujeira. Temos um Jesus que viveu uma vida marcada de privações e dificuldades; que não tinha nem onde “reclinar a cabeça” (Mt 8:20; Lc 9:58); que não montou um belo cavalo, mas um jumentinho, que nem seu era; que serviu a seus discípulos ao invés de ser servido; que, embora sendo o dono de todas as coisas, não se apossou de nada; que sendo o VERDADEIRO DEUS, entregou-se nas mãos de homens vis e pecadores, para ser blasfemado, surrado, injuriado e morto, em total humilhação, numa cruz em meio a dois malfeitores

Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! (Filipenses 2:5-8)

3) Poder inigualável

Quem é Zeus, Buda, Maomé, Allan Kardec Goku, Naruto, Seiya e qualquer outro, deus ou personagem, diante Daquele que estava no início de todas as coisas e com o seu poder criou o universo?

water into wineNo princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. (João 1:1-3)
Jesus provou ser o próprio Deus criador ao transformar água em vinho (Jo 2:1-11); ao multiplicar pães e peixes (Mt 15:33); ao comandar ventos e mares; ao curar enfermos com seu poder sobrenatural, ao ressuscitar pessoas; e ao transformar uma massa podre, caída, em nova criatura (II Co 5:17), mudando para sempre a situação espiritual e emocional dos por Ele tocados.

4) Ungido em três ofícios

Ofícios de JesusCristo, Messias, o Ungido de Deus. A Bíblia fala de três ofícios assumidos por Jesus: Rei, Profeta e Sacerdote.

Ele é Rei não somente dos Judeus (Mc 15:26), mas de todo o universo. Ele é o Soberano.  Aquele a quem todos prestarão contas um dia (At 2:30)

Ele é o Profeta máximo (Hb 1:1-2)) que anunciou a Palavra de Deus entre os homens, sendo o próprio Deus. Ninguém fala com a autoridade de Jesus (Lc 4:32).

Ele é o Sumo Sacerdote (Hb 3:1) que intercede junto a Deus por nós, pecadores que cremos. Ele ofereceu a si mesmo como sacrifício perfeito pelo seu povo.

5) Sem pecado

É impossível ao homem natural viver uma vida sem pecados. Somos seres maus, corrompidos. Pecamos sempre, todos os dias (1 Jo 1:8). Nosso coração é voltado a coisas erradas desde nossa infância (Gn 8:21). Traímos a nossa própria consciência diversas vezes. Mentimos, cobiçamos, odiamos, blasfemamos, idolatramos…

The-Lamb-of-GodblogMas Jesus, o Deus-homem, viveu uma vida reta e sem pecados, como nos testifica as Escrituras:

Portanto, visto que temos um grande sumo sacerdote que adentrou os céus, Jesus, o Filho de Deus, apeguemo-nos com toda a firmeza à fé que professamos, pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade. (Hebreus 4:14-16)
E a maior prova disso é que Deus aceitou Cristo, o Cordeiro Santo que tira o pecado do mundo (Jo 1:36), imaculado, como oferta pelo pecado de seu povo, tanto que ressuscitado Ele foi!

6) Amor insuperável

Esqueça tudo o que te contaram sobre o amor fora das Escrituras. Esqueça estúpidas hashtags de #lovewins, esqueça o “te amo, amiga” (tem frase mais falsa?), esqueça todo o senso comum que vem da palavra amor. O verdadeiro amor foi provado por Cristo Jesus para conosco, sendo nós ainda pecadores (Rm 5:8).

Verdadeiro amor só DeusQue outro líder morreu pelos seus liderados? Na história, o que vemos? Apenas líderes mandando seguidores para a batalha. Vemos deuses necessitando de sacrifícios para serem adorados e então poderem dar algo em retorno aos seus “fiéis”.

Jesus foi o único Deus e líder que a si mesmo se entregou pelos seus, para salvá-los de si mesmos.

Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram. E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. (II Coríntios 5:14-15)

7) Vive eternamenteEternidade de Deus

Estão mortos todos os fundadores das maiores religiões atuais. Estão mortos Platão, Sócrates, Aristóteles. Estão mortos Diderot, Ludwig Feuerbach, Rousseau, Descartes, Kant, Marx, Sartre, Nietzsche. Estão mortos Pilatos, Herodes, Caifás e todos os acusadores e executores de Cristo. Estaremos mortos todos nós em 100 anos, provavelmente. Mas Jesus Cristo vive e reina eternamente!

Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia. (Mateus 28:5-6)
As provas de sua ressurreição são incontestáveis, principalmente por causa do sangue dos mártires, derramados por não negarem sua fé naquele Jesus, cuja ressurreição haviam testemunhado.

Que outro dentre os mortos ressuscitou e permanece vivo como Ele?

8) Habita em seus santos

Habitação do Espírito SantoA habitação que Jesus vem fazer em seus santos, naqueles que Nele creem, não é de ordem metafórica. Não é no intelecto apenas. Mas Ele faz morada dentro de nós.

Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada. (João 14:23)

Que privilégio! Aquele que não habita em templos feitos por mãos humanas (At 7:48; 17:24), pois nada pode conte-Lo, resolve graciosamente e de forma espetacular e maravilhosa habitar no seu povo.

Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? (I Coríntios 6:19)

Que outro deus faz o mesmo?

9) Voltará em honra, poder e glória

volta-de-jesusEssa é a verdade mais assombrosa a respeito de Jesus. Aprendemos das Escrituras que Jesus voltará (Mt 24; Lc 17; 21; Mc 8; 13). Tal notícia é assombrosa porque implica que todos, sem exceção, terão que ficar face a face com Cristo, tendo-O amado ou não. Não haverá escapatória.

Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras. (I Tessalonicenses 4:16-18)

Considerações finais

O Jesus das Escrituras, o Jesus que o Cristianismo prega, é inigualável, excepcional, singular…

Não cremos num Jesus “banana”, mole, que fica implorando para que pecadores o “aceitem”. Um Jesus que fica chorando pelos cantos, fraco, que não sabe o que fazer. Muito menos um Jesus que age igualzinho aos falsos deuses, que abençoa em troca de devoção, pagamentos ou favores. Jamais! Cristo Jesus é o Senhor! Soberano, Santo e Único.

A Ele devemos rogar pelo perdão, para que sejamos aceitos e possamos desfrutar de sua maravilhosa Graça Especial.

Minha oração e desejo por você que é da fé: que permaneças firme, fortalecido e cresças no conhecimento de Deus.

E a você, incrédulo: que a misericórdia do Senhor te alcance, fazendo com que você se arrependa dos seus maus caminhos e se converta a Cristo, enquanto há tempo.

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém. (Apocalipse 22:21)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s